segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Paris - Monte Martre











No dia seguinte do casamento do príncipe William e Kate, meu filho Victor e sua namorada me levaram para Paris... era um sonho meu conhecer este lugar... fomos logo cedinho de eurotrem direto de Londres para Paris, demorou cerca de 2:15hs, ficamos num hotel da rede Holiday Express no canal de L'Ourcq - Bassin de La Villete, lugar bem movimentado com a prática de esportes aquáticos, este canal é totalmente navegável, vimos a circulação de muitos barcos com turistas, lindo o lugar...
Paris, Paris... lá eu estava... meu Deus!!! Após nos acomodarmos, tiramos um descanso e fomos fazer nosso primeiro passeio, andamos muito por ruas agitadas de gente, e após muitas subidas, lá estavamos na colina Monte Martre, um bairro boêmio da cidade de Paris, no tempo dos gauleses este lugar destinava a grandes cultos. Deve ter esse nome devido aos muitos mártires cristãos que foram torturados e mortos no local por volta do ano 250. Na idade média, tornou-se um lugar de peregrinação, passou para a jurisdição dos monges beneditinos que ali cultivaam as suas vinhas. Por ficar bem ao alto, muitas vezes foi ocupado por comandos militares.
Com o passar do tempo o bairro foi incorporado à cidade e então virou um ponto de encontro de artistas e intelectuais (Cézanne, Van Gogh, Renoir , Toulouse Lautrec, Degas, modelos, bailarinas e muito outros). O bairro ficou famoso pela sua animada vida noturna.
Sentamos no primeiro patamar, frente a uma fonte para contemplar a cidade de Paris... ficamos procurando pela torre Eiffel ...rs...
Tiramos algumas fotos e eu tinha uma imensa vontade de gritar.....
PARIS, ESTOU AQUI ! ! !
Subimos uma grande escadaria e então lá estava ela... Sacre Coeur (Basilica do Sagrado Coração), com arquitetura romana-bizantina foi projetada em 1870 pelo arquiteto Paul Abadie, sua construção teve início em 1875 e término em 1914. Muitos elementos da basílica são baseados em temas nacionais, tem três arcos, um com Santa Joana D'Arc e outro com o Reis São Luís IX. O sino é um dos mais pesados do mundo, tem dezenove toneladas, ao redor ruazinhas estreitas cheias de cafés badalados com mesinhas nas calçadas, muitos servem crepes....hum... havia um grande números de artistas pintando e expondo quadros, grafites, auto retrato, objetos para decoração e um grande número de cartões postais de Paris.
Uma dessas ruazinhas levam ao Moulin Rouge (Moinho Vermelho), um cabaré, construído em 1889, símbolo da época boêmica da cidade de Paris.
Seguimos pelas ruas e fomos descendo para o centro da cidade, o lugar é cheio de lojinhas com souvenirs, mas, são tantos que a gente nem sabe o que escolher....rs...
Fomos jantar num restaurante, Natascha fez questão de nos levar a um escolhido por ela por recomendação de uma amiga.... muito bom! Tomamos um vinho tinto encorpado .... Delícia !!!
Que presente!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! é muito bom ter você aqui no meu cantinho, deixe seu e-mail ou endereço de seu Blog para que eu possa retribuir sua visita. bjs